Participacao popular na câmara de vereadores de Bandeirantes ganha forca

Ontem, 27/10/2015, na sessão da Câmara de Bandeirantes o espaço destinado a população ficou pequeno para receber os munícipes interessados principalmente em dois dos assuntos tratados: o aumento da tarifa de água na cidade e o aumento de salario (ou subsídios) dos vereadores. Muitas pessoas acompanharam a sessão com nariz de palhaço e cartazes, entre eles […]

Ontem, 27/10/2015, na sessão da Câmara de Bandeirantes o espaço destinado a população ficou pequeno para receber os munícipes interessados principalmente em dois dos assuntos tratados: o aumento da tarifa de água na cidade e o aumento de salario (ou subsídios) dos vereadores.

Muitas pessoas acompanharam a sessão com nariz de palhaço e cartazes, entre eles estavam professores, estudantes, aposentados e empresários.

12118867_1093922640632835_4331816854317620162_n

Um dos vereadores fez um pedido de informações para a SAAE para entender o motivo de tantos reajustes de água, cuja tarifa aumentou este mês 50% e em agosto já tinha subido 26,32%. O requerimento foi rejeitado e o população presente protestou.

Outro assunto que gerou protesto, foi a aprovação do aumento no valor do salario dos vereadores para a próxima legislatura, que sobe dos 5083,68 para 5337,00, não levando em consideração a crise econômica atual nem a vontade dos munícipes que acreditam que o valor atual já seja muito alto pela quantidade de horas trabalhadas e o salario médio de um profissional da área administrativa trabalhando na cidade.

A julgar pelo animo dos manifestantes que saíram revoltados com o resultado das votações e da repercussão nos meios de comunicação, hoje os protestos devem continuar já que acontecera o terceiro turno de votações.

Serviço:  Horário: 17hs
Endereço: Rua Dino Veiga, 310

3 comments

  1. Paulo Rensi

    Assistindo a este vídeo, minha tristeza se multiplica. Embora tenha vivenciado o fato, pois estava presente à sessão.
    Tenho usado este espaço para externar minhas percepções dos fatos, poucos talvez, pois não tenho participado dos atos públicos.
    Vou reforçar, mais uma vez, qual é a importância do “povo” na Casa de Leis.
    Vejam no vídeo o espaço disponibilizado para o povo e para os “EDIS”!
    Existe um velho ditado popular: “RESPEITAR PARA SER RESPEITADO”.
    A manifestação das pessoas dentro da Câmara, pode para alguns até ser considerada um desrespeito, como alguns vereadores tentaram se impor exigindo respeito e, foram imediatamente vaiados pelos presentes. As atitudes dos “donos do poder”, motiva a indignação daqueles que os elegeram para representá-los e, não para estuprá-los moral e financeiramente.
    Nesta história não há culpados, pois são todos “PRODUTOS DO MEIO”.
    Vejamos: Esses Edis que aí estão, não têm o mínimo conhecimento da função de um vereador, que determina a Lei : LEGISLAR E FISCALIZAR.
    Vamos ao primeiro tópico “LEGISLAR”: Dos treze membros do Legislativo Municipal, só UM deve ter conhecimento, para formular, dentro das regras jurídicas uma Lei. O resto é analfabeto com relação ao tema. Aí que vem o fato mais esdrúxulo, a advogada que a Câmara paga com o nosso dinheiro não tem a obrigação de assessorar o vereador, que por ventura tenha a intenção de fazer um projeto de lei. Essa advogada só assessora os integrantes da mesa diretora com relação aos assuntos da mesa.
    Faço um desafio a você eleitor bandeirantense, cite o nome de algum atual vereador da Câmara que saiba “montar” um projeto de lei. Vemos que o primeiro “quesito” da sua função, ele não tem capacidade para desempenhá-la.
    Agora vamos ao segundo: “FISCALIZAR”, no caso essa fiscalização deve ser ao “gestor público municipal”.
    O meu comentário a respeito é: “SEM COMENTÁRIOS”!!! As suas lembranças dos fatos são o testemunho dessa pueril atividade.
    Vejam que o modelo nos leva a essa triste realidade e, entramos num circulo virtuoso e vicioso que muitos perdem a noção dos conceitos morais, que são a base para o convívio democrático.
    Não entender que o convívio democrático, deva ser apoiado em práticas demagógicas populistas, onde os princípios da “Res pública” são transportados ao campo opaco da retórica.
    Diante do exposto, resta a alternativa de se colher assinaturas e, entrar no Ministério Público com uma ação. Qual? Não Sei!
    Como já foi dito que os vereadores são analfabetos com relação às leis, com certeza, existem vários erros em suas atitudes, qualquer advogado vão enumerá-las,
    A MAIOR DELAS É ACHAR QUE O “POVO” É IDIOTA !!!
    Pois até a Policia eles chamaram no dia 27, para fazer o quê? Não sei! Pois não vi ninguém desrespeitar algum vereador, ou colocar a sua integridade física em perigo.
    É MAIS UM ATO IDIOTA, DE INDIVIDUO COM PERSONALIDADE AFIM !!!

  2. Paulo Rensi

    O PT USOU E “ABUSOU” DO SLOGAN :

    O PETRÓLEO É NOSSO !!

    CUIDADO BANDEIRANTENSES !!
    BANDEIRANTES ESTÁ OUVINDO O SLOGAN:

    O SAAE É NOSSO !!!

  3. Paulo Rensi

    BANDEIRANTES É O MELHOR EXEMPLO DO “ESTAMENTO BUROCRÁTICO”!
    Para esclarecer o termo “Estamento Burocrático” é a definição que o sociólogo, jurista, cientista político e escritor brasileiro, Raimundo Faoro, deu ao fato dos grupos que se apropriam do Estado (poder público), no caso Prefeitura, Câmara de Vereadores, SAAE e outras “cositas más” e, os usam em benefício próprio.
    Aqui o “Estado” é para servir quem está no governo. Estamos sob um regime de uma “Democracia Aristocrática”, onde somente os participantes da “casta” são beneficiados.
    Os acontecimentos que estamos vivenciando, na Câmara dos Vereadores, é uma revolta da população com a intenção, mesmo que para alguns, subjetiva da VERDADEIRA DEMOCRACIA.
    O que é uma verdadeira Democracia? É aquela que os REPRESENTANTES, REPRESENTAM. REPRESENTAM O POVO E NÃO A SI PRÓPRIO !!
    Essa “casta” sempre tentou ser independente do povo. Os vídeos que circulam na rede, demonstram uma pequena parte do real pensamento da maioria dos EDIS bandeirantenses. Graças a Deus existe a internet para estampar essa “ORGIA RETÓRICA” a que estamos submissos e, estampar quem são “OS FALSOS PROFETAS BANDEIRANTENSES”, pois como vivemos em uma comunidade onde os laços sociais são muitos fortes, a interdependência das realizações comerciais têm uma forte pressão do poder público, isso é usado como ferramenta de persuasão pela “casta” e, muitos preferem não se indispor com “OS FALSOS PROFETAS”.
    ACHEI MUITO ÚTIL A CIRCULAÇÃO DOS “NOVE INIMIGOS DE BANDEIRANTES.
    Ocorre que não podemos parar, devemos buscar meios para anular essas medidas “esdrúxulas” votadas nessas sessões e, se for o caso CAÇAR O MANDATO DOS MESMOS.
    O Artigo 1º, Parágrafo Único da Constituição Federal diz:
    TODO O PODER EMANA DO POVO, QUE O EXERCE POR MEIO DE REPRESENTANTES ELEITOS OU DIRETAMENTE, NOS TERMOS DESSA CONSTITUIÇÃO.
    Vejam, a LEI nos dá o DIREITO DE EXERCER O PODER DIRETAMENTE, pois os nossos representantes não nos representa.
    PENSEM SOBRE A POSSIBILIDADE !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *